Inova Unicamp lança Guia do Inventor



Texto: Juliana Ewers

Com o objetivo de fortalecer ainda mais a cultura de inovação e empreendedorismo no meio acadêmico, a Agência de Inovação Inova Unicamp lança o Guia do Inventor, uma edição especial, dedicada a docentes e pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas, que contempla informações relacionadas a Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia, Pesquisa em colaboração com a indústria, Empreendedorismo e o Parque Científico e Tecnológico da Unicamp.

O objetivo, de acordo com o diretor-executivo da Inova Unicamp, Prof. Milton Mori, é o de reforçar o apoio da Agência de Inovação da Unicamp a esses profissionais em suas atividades de pesquisa e no relacionamento com o setor empresarial. “A Inova Unicamp está aqui para auxiliar os docentes e pesquisadores a proteger as tecnologias que são desenvolvidas no laboratório, sem atrapalhar a produção científica, que é o desejo de todos os pesquisadores da Unicamp; e  encontrar parceiros que tenham  interesse em licenciar as tecnologias desenvolvidas na universidade e intermediar convênios de pesquisa e desenvolvimento. Queremos proteger a geração de conhecimento de alto impacto no âmbito da universidade e garantir que dela partam novos negócios ou nasçam empresas de base tecnológica de alto valor agregado ”, afirma.

Dois outros pontos de destaque do Guia do Inventor são as oportunidades oferecidas nas áreas de Empreendedorismo e do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp. “As patentes da Unicamp podem se tornar spin-offs. E o Parque, por sua vez, está aberto a startups e empresas que possuam convênios de pesquisa com a universidade. Essas são informações importantes, que devem ser amplamente divulgadas na universidade para atrair essas empresas para a Unicamp. Nada melhor do que os docentes e pesquisadores da Unicamp, nossas referências para o mundo empresarial, tenham conhecimento disso”, completa Mori.

Nas primeiras páginas do Guia do Inventor, está publicada a Política de Propriedade Intelectual da Unicamp, que orienta a comunidade universitária sobre as questões relacionadas à proteção de Propriedade Intelectual.  Na sequência, são solucionadas algumas dúvidas frequentes, tais quais: “Como comunicar uma nova invenção? ”, “Como é feita a análise de patenteabilidade?”, “Quais são os requisitos de patenteabilidade de uma invenção?’, “Como faço se pretendo publicar um artigo científico ou divulgar mais resultados e ainda não protegi minha tecnologia?” e “Quando uma patente de invenção é internacionalizada?”.

Na opinião da diretora de Propriedade Intelectual da Inova Unicamp, Patrícia Leal Gestic, essas são perguntas-chaves que solucionam parte das dúvidas de docentes e pesquisadores. “Queremos que todos tenham ciência de que a Inova Unicamp está aqui para dar todo o suporte necessário para os professores e pesquisadores. Contamos não só com os serviços especializados na área de Propriedade Intelectual, como a redação de patentes, mas também uma experiência muito grande em negócios para transformar esse conhecimento em inovação”, avalia.

Na parte dedicada às parcerias com empresas, o Guia do Inventor desmistifica dúvidas relacionadas à Transferência de Tecnologia. Por exemplo: “O que é Transferência de Tecnologia?”, “Como pode ocorrer a Transferência de Tecnologia?”, “O que são Licenciamentos?”, “No contrato de licenciamento, a Unicamp perde a titularidade?”, “O que significa a cláusula de exclusividade?”, “Quando é assegurada a exclusividade?”, “Como a Inova Unicamp busca parceiros para licenciar patentes?”, “Como se dá o processo de oferta da tecnologia?”, “Quando o inventor é envolvido no processo de oferta?”, “O inventor é remunerado pela exploração da tecnologia?”.

“Comumente, na hora de fechar um contrato, são muitas as dúvidas que surgem para todos nós, independentemente do que estamos a tratar. No caso de uma tecnologia de uma universidade pública, precisamos assegurar que estamos fazendo o melhor negócio, com as garantias de direitos e deveres muito claras para todas as partes. Deixar esse conteúdo à disposição dos docentes e pesquisadores dá ainda mais transparência para os nossos processos e, sem dúvida, aumenta a confiabilidade de que estamos sim, trabalhando para firmar o melhor convênio ou contrato”, comenta Iara Ferreira, diretora de Parcerias da Inova Unicamp.

Na aba destinada ao Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e à Incamp (Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp), estão descritos os processos para entrada em ambos, e como docentes, pesquisadores e alunos podem interagir com essas áreas. Lembrando que no caso da Incamp, a incubadora é aberta a todos que tenham interesse em empreender, não sendo uma obrigatoriedade o vínculo com a universidade.

“Quanto mais pudermos disseminar essas informações, mais estaremos trabalhando na promoção e no fortalecimento da cultura de inovação e empreendedorismo dentro da Unicamp. Já podemos dizer que temos uma universidade bastante alinhada a esses dois conceitos, mas sem dúvida quanto mais fizermos, mais bons frutos vamos colher nos próximos anos”, finaliza o diretor-executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp, Milton Mori.

O Guia do Inventor estará disponível para retirada nos departamentos e secretarias de cada unidade da Unicamp.

Guia do Inventor
(Inova Unicamp) 



Conteúdo relacionado