Unicamp, de novo, é a melhor do Brasil



Índice Geral de Cursos (IGC) do MEC, do último triênio, confirmou posição

Sala de aula da Unicamp na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), em Limeira. Foto: Antoninho Perri

Sala de aula da Unicamp na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA), em Limeira. Foto: Antoninho Perri

Autor Carlos Orsi Fotos Antoninho Perri Edição de imagem André Vieira

A Unicamp obteve a maior pontuação – 4,37, dentro da escala contínua que vai a cinco pontos – entre todas as universidades avaliadas pelo Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC), divulgado na última quarta-feira. O IGC é um dos três indicadores de qualidade do ensino superior apurados pelo ministério, e o mais abrangente: representa a média dos conceitos obtidos pelos cursos avaliados, tanto de graduação quanto de pós-graduação stricto sensu.

A avaliação do MEC é trienal. A cada ciclo de três anos é avaliada uma área de conhecimento, compreendendo diversos cursos. No ciclo de 2015, cujos dados foram publicados agora, analisou-se a área de Ciências Sociais Aplicadas, Humanidades e Áreas Afins, e o eixo tecnológico de Gestão de Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design. No caso da Unicamp, foram avaliados especificamente os cursos de Administração, Administração Pública e Ciências Econômicas, nos campi de Campinas e Limeira.

Além da Unicamp, ficaram na faixa mais alta de conceito do IGC outras dez universidades, de um total de mais de 230 instituições oferecendo mais de 8 mil cursos. Os dados completos da avaliação oficial podem ser encontrados no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP).

(Portal Unicamp) 

 



Conteúdo relacionado