Lançamento de projeto temático liderado por docente da Unesp



Trabalho estuda a relação entre diabetes e gravidez clínico-experimental

Por Tatiana Olivetto – Assessoria de Comunicação e Imprensa da Faculdade de Medicina de Botucatu

Na última sexta-feira, dia 10, na Sala da Congregação da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), aconteceu o lançamento do projeto Diamater, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e liderado pela professora emérita Marilza Vieira Cunha Rudge (FMB) em parceria com pesquisadores colaboradores nacionais e internacionais. A Sala recebeu professores, pesquisadores colaboradores e participantes do grupo de pesquisa “Diabete e Gravidez Clínico-Experimental”. O trabalho tem o intuito de pesquisar a relação e as consequências da diabetes e a gravidez clínico-experimental.

O evento teve início às 11 horas com a finalidade de apresentar o projeto temático e o seu diferencial. Fizeram a composição da mesa de abertura o pró-reitor de pesquisa da Unesp e membro da pesquisa, professor Carlos Frederico de Oliveira Graeff, a coordenadora do trabalho, professora Marilza V. C. Rudge, a vice-diretora da FMB, professora Maria Cristina Pereira Lima (Kika), e a representante do superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HCFMB), professora Paula Shmidt de Azevedo Gaiolla.

Estiveram presentes também o diretor do Instituto de Biociências de Botucatu (IBB), professor César Martins, a diretora da Faculdade de Ciências e Letras de Assis, professora Andréa Lúcia Dorini, o diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, o professor Marcelo Tavella Navega e as pesquisadoras principais do trabalho: professoras Angélica MP Barbosa (FFC – Marília), Iracema MP Calderon (FMB) e Fátima Pereira de Souza (IBILCE – São José do Rio Preto).

O trabalho é composto por quatro mulheres pesquisadoras principais, 28 pesquisadores associados e seis participantes da equipe técnica. A pesquisa é desenvolvida desde a década de 1980, iniciado por meio da tese de livre-docência da professora Marilza.

Após a apresentação, os integrantes da reunião realizaram uma visita à unidades parceiras do projeto na FMB: a Unidade de Pesquisa Experimental (Unipex) e a Unidade de Pesquisa Clínica (Upeclin) .

Além dos parcerios nacionais, o projeto Diamater conta com pesquisadores colaboradores internacionais da Case Western Reserve University – Cleveland – OH – EUA, Maastrich University – Holanda, PUC – Chile e da Charitè – Berlim.

dsc_9647_site.jpg

Portal da Unesp



Conteúdo relacionado